Novo festeiro do Divino realiza sonho de infância

8 de setembro de 2014 em FESTA DO DIVINO 2014, Galeria de imagens

Renato e Berenice, casal festeiro do Divino de 2015. Foto: Edson Luiz da Silva/Velho Bruxo.

Renato e Berenice, casal festeiro do Divino de 2015. Foto: Edson Luiz da Silva/Velho Bruxo.

Por Edson Rosa, especial para o Daqui na Rede*

 

O comerciante Renato Machado Silva, filho do lendário Zé do Cacupé, realiza um sonho de criança. Ele e a mulher Berenice Cunha da Silva são os novos festeiros do Divino e de Nossa Senhora das Necessidades, em Santo Antônio de Lisboa. Anunciado pelo provedor da Irmandade do Divino Espírito Santo, Maurício da Cunha Martins, o casal imperial de 2015 foi aplaudido de pé ao receber a coroa e o cetro das mãos dos antecessores, Edemilso Damasceno e Maria Helena Possenti Damasceno, também bastante aplaudidos.

Emocionados ao final da missa de coroação do rei, a última celebração religiosa da festa deste ano, antigos e novos festeiros ressaltaram a força da religiosidade da comunidade de Santo Antônio. Escolhidos também como festeiros da festa de Santo Antônio de 2015, Renato e Berenice repassaram esta honraria aos sobrinhos Tiago e Francine.

“Há 40 anos, quando meus sogros foram festeiros do Divino, minha esposa Berenice fazia parte do cortejo. Meus irmãos também já passaram por esta responsabilidade. Hoje é um dos dias mais felizes da minha vida, e conto com ajuda da comunidade. A coroa do Divino é pesada para ser carregara por apenas duas mãos, mas vamos dividir este peso e realizar uma festa ainda mais bonita em 2015”, disse Renato, diante do altar e da igreja lotada.

Ao se recordar da infância, quando esperava ansioso pela chegada da Bandeira do Divino, Renato fez uma homenagem especial às crianças presentes à celebração. “São os futuros irmãos e festeiros do Divino. Então, vamos abrir nossos corações, como a porta de nossas casas, para o espírito santo entrar e fazer a nossa comunidade continuar grande”, prega.

Maria Helena agradeço apoio. Foto: Edson Luiz da Silva/Velho Bruxo.

Maria Helena agradeço apoio. Foto: Edson Luiz da Silva/Velho Bruxo.

Festeiros ressaltam participação comunitária

Realizados e emocionados. Foi com a simplicidade que os caracterizam que Edemilso Damasceno e Maria Helena Possenti Damasceno, o casal festeiro deste ano, resumiram o que estavam sentindo ao final da Festa do Divino Espírito Santo e de Nossa Senhora das Necessidades, em Santo Antônio de Lisboa.

Maria Helena fez questão de deixar um agradecimento especial às pessoas que trabalharam para a realização da festa. “Muita gente deu um pouco de sua fé e de seu suor para a realização desta festa. É com orgulho que participamos da organização, e nos colocamos à disposição da comunidade para os próximos anos”, diz.

Cunhado do novo festeiro, o provedor Maurício Cunha Martins também destacou a união da comunidade de Santo Antônio. “Neste momento, não existem diferenças. A irmandade e a comunidade comungam do mesmo desejo, ou seja, termos uma igreja cada vez mais presente em um dos bairros mais importantes da cidade.”

Maria Helena Dutra Blanco José Carlos Blanco, que transformaram a própria residência na Casa do Imprério, também destacaram a força da religiosidade da comunidade. “É uma das mais importantes heranças nos deixadas pelos colonizadores açorianos do século 18”, ressalta.

Antes de repassarem coroa e cetro aos novos festeiros e da solenidade de transmissão das bandeiras, Maria Helena e Edemilso Damasceno agradeceram o apoio recebido.

 

Edemilso cumprimenta monsenhor Gregório. Foto: Edson Luiz da Silva/Velho Bruxo.

Edemilso cumprimenta monsenhor Gregório. Foto: Edson Luiz da Silva/Velho Bruxo.

Homenagem a padre Gregório e casal festeiro

O padre Gregório Joaquim Couto Rocha, diretor espiritual do Seminário Episcopal de Angra do Heroísmo na Ilha Terceira dos Açores, convidado especial para a Festa do Divino de Santo Antônio de Lisboa, foi homenageado ao final da missa de coroação do Rei, domingo, em Santo Antônio de Lisboa. Antes de receber um quadro das mãos do artista plástico Manoel Cândido da Luz, o monsenhor agradeceu a acolhida em Florianópolis e disse que se sente honrado ao ser convidado para voltar em 2015.

Antes da oração final, padre Gregório disse que se sentiu em Santo Antônio como se estivesse na própria casa, nos Açores. “Durante todos estes dias tive a honra de ver de perto a força da religiosidade deste povo e como veneram o legado lhes deixado pelos colonizadores do século 18. Trata-se de uma comunidade muito forte”, disse.

Ao final, padre Gregório revelou que durante dua estadia em Florianópolis o subconsciente lhe pregou algumas pequenas peças. “Em determinados momentos fiquei ligeiramente confuso, parecia que estava em Açores, tamanha as nossas semelhanças”, sorri. Edemilso Damasceno e Maria Helena Possenti Damasceno, o casal festeiro deste ano, também foram homenageados pelo artista plástico Manoel Cândido da Silva, e presenteados com um quadro.

 

Banda Cruzzy arrasa no Divino. Foto: Edson Luiz da Silva/Velho Bruxo.

Banda Cruzzy arrasa no Divino. Foto: Edson Luiz da Silva/Velho Bruxo.

Banda Cruzzy, de Sambaqui, toma conta do palco

Quem chegou mais cedo a Santo Antônio de Lisboa foi atraído pelo som da Banda Cruzzy, que saiu de Sambaqui disposta a mostrar seu talento para a plateia que circundou o pátio lateral da igreja Nossa Senhora da Necessidades. Adolescentes, na maioria, dançaram ao ritmo de rock e vibraram com a homenagem a Raul Seixas, o inesquecível maluco beleza.

“É uma galera bem animada. Eles tem um bom repertório e a música faz todo mundo balançar”, disse Maria Luisa, 16, que foi com uma das irmãs e a mãe a Santo Antônio para conferir a programação vespertina da festa do Divino. “E comer cocada”, sorri.

Formada há praticamente dois anos, os integrantes da Banda Cruzzy têm os pés no chão, tocam para se divertir. E divertir a plateia, como fizeram em Santo Antônio o baterista Marcelo Rocha, o baixista Ederson Pires, o guitarrista Samuel Pires (guitarra), o violonista Cloves das Neves, o percussionista Rodrigues Viana e o vocalista Guilherme Cardoso.

 

*Edson Rosa é jornalista em Florianópolis.

 

IMAGENS DOS ÚLTIMOS MOMENTOS DOS FESTEJOS DO DIVINO,

por Edson Luiz da Silva/Velho Bruxo. Especial para o Daqui na Rede.

Share on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestEmail this to someone