Festa do Divino de 2015 começa a acontecer

30 de agosto de 2015 em FESTA DO DIVINO 2015, Galeria de imagens

Foto: Celso Martins.

Foto: Celso Martins.

A programação da Festa do Divino Espírito Santo e Nossa Senhora das Necessidades entra na fase principal a partir desta segunda-feira (31.8), seguindo até domingo (6.9) quando encerra com a banda Cruzzy no palco. Sarau, cinema, novena, missa e debate sobre o culto do Divino estão entre os destaques. Abaixo as fotos da 14ª Carreata do Divino.

 

PROGRAMAÇÃO INICIAL

 

Segunda (31.8)

Celebração do Dia Municipal da Açorianidade (lei nº 9.318/2013).

20h00 – Sarau do Divino, Musical e Literário. Realização da Associação de Moradores de Santo Antônio de Lisboa (Amsal). Local: Casa de Cultura Dona Clara Manso de Avelar (rua Cônego Serpa, 15).

 

Terça (1.9)

20h – Exibição do filme Sancti Spiritus in Vias Encantada, de Tatiana Kviatkoski, Brasil, ano 2012, duração 20 minutos.

20h30 – Exibição do filme Em nome do Espírito Santo, de Carlos Brandão Lucas. Açores, Portugal, ano 2002, duração 36 minutos.

Realização: Núcleo de Estudos Açorianos/UFSC.

Local. Salão Paroquial Valérico João de Souza.

 

Quarta (2.9)

19h30 – Derradeira Novena do Divino Espírito Santo de 2015. Local: Casa de Cultura Dona Clara Manso de Avelar

Rua Cônego Serpa, nº 15.

19h50 – Retorno da Bandeira, Coroa e Cetro para a Igreja/ Acompanhamento da Folia do Divino.

20h00 – Missa dos Procuradores da Bandeira (1ª Missa do Tríduo). Celebrante: Frei Justino Félix Stolf, OFMCap.

21h00 – Mesa Redonda sobre o “Culto ao Divino Espírito Santo” pelo monsenhor Gregório Joaquim Couto Rocha (Diocese de Angra e Ilhas dos Açores) e o professor João Eduardo Pinto Bastos Lupi (Núcleo de Estudos Portugueses/UFSC).

Mediador: Jói Cletison Alves (Núcleo de Estudos Açorianos – NEA/UFSC)

 

Gabriel Pires recebe a premiação. Foto: Edson Luiz da Silva/Velho Bruxo.

Gabriel Pires recebe a premiação. Foto: Edson Luiz da Silva/Velho Bruxo.

Carreata

O carreiro Francisco Silva (Santo Antônio) ganhou o troféu de Melhor Alegoria da 14ª Carreata do Divino realizada neste sábado (29.8) em Santo Antônio de Lisboa. Gabriel Vaz Pires faturou em Originalidade. A Melhor Junta de Bois ficou com um carreiro do Rio Vermelho. O desfile dos carros de bois aconteceu na rua Cônego Serpa.

O desfile pode ter sido o último. Seu idealizador e coordenador desde o surgimento em 2002, Cláudio Andrade, foi embora mais cedo, antes da premiação. No começo da noite deste domingo (30.8) disse estar “fora”, tendo feito sua “despedida” nesta edição. A gota d’água foi uma discussão com um carreiro da Barra do Sambaqui em pleno evento, levando-o a “aconselhar que a carreata não seja mais realizada”.

Nesta edição o número de carreiros foi inferior ao do ano passado, além do público mais reduzido. A grande demora para o início do desfile e a necessidade de montar o corpo de jurados encima da hora, não ajudaram. Antes do desfile se espalhou a notícia de tiroteio em Santo Antônio e grande confusão em frente da igreja, ganhando as redes sociais. Diversas pessoas foram aconselhadas a não ir até o local. Muitos dos que estavam por lá receberam ligações telefônicas para saber o que estava acontecendo.

Um membro da comissão de organização dos festejos do Divino de 2015 em Santo Antônio de Lisboa, explicou a motivação da boataria. Disse que um grupo de cavaleiros com charretes (aranhas) tornou o trânsito mais lento e um motorista tentou ultrapassar, forçando a passagem e atingindo uma pessoa. Alguém sobre um cavalo desferiu uma chicotada que atingiu e sangrou o rosto do rapaz apressado. Todos foram parar em frente à igreja de Santo Antônio, onde a Guarda Municipal e a PM foram acionadas. Com a ajuda da turma do deixa-disso os ânimos se acalmaram e cada qual seguiu seu destino.

 

CARREATA DO DIVINO (primeiro momento). Fotos: Celso Martins.

 

CARREATA DO DIVINO (prsegundo momento). Fotos: Celso Martins.

 

 

Share on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestEmail this to someone