A história dentro d’água (9): turismo à bordo

16 de abril de 2017 em A história dentro d'água

 

Encouraçado Riachuelo (c. 1885). Foto: Marc Ferrez.

Encouraçado Riachuelo (c. 1885). Foto: Marc Ferrez.

O coronel Virgílio José Vilella sempre foi um homem arrojado, à frente de sua época. No ano de 1882, por exemplo, ele arrendou o Teatro Álvaro de Carvalho (na época Theatro Santa Isabel). Em 1883 cuidava de importante exposição agrícola e industrial, enquanto dirigia o Partido Liberal (majoritário) no Estado.

No verão de 1889, pouco antes da proclamação da República, vamos encontrá-lo como agente da companhia que mantinha o paquete Laguna conduzindo visitantes ao encouraçado Riachuelo, ancorado em Sambaqui.

Na capa do jornal do dia: “Segue, hoje o paquete Laguna, às 8 horas da manhã, em viagem de passeio até o encouraçado Riachuelo que se acha no ancoradouro de Sambaqui, levando à seu bordo muitos cavaleiros e distintas famílias convidadas pelo digno agente da companhia, coronel Virgílio José Vilella. Agradecendo sinceramente o convite que nos fez, faremos os representar nesse passeio”. (Regeneração, domingo, 20 de janeiro de 1889).

Anúncio, O Imparcial, Florianopolis, 15 set 1921. BNDigital.

Anúncio, O Imparcial, Florianopolis, 15 set 1921. BNDigital.

O passeio tinha seus motivos, afinal, o encouraçado Riachuelo não foi um navio qualquer. Era a mais importante aquisição da Marinha no fim do século 19, junto com o encouraçado Aquidabã, atingido durante combate na baía norte de Florianópolis em 1894 e levado ao Rio para reparos.

Anúncio, Regeneração. Desterro, domingo, 20 de jan de 1889. BNDigital.

Anúncio, Regeneração. Desterro, domingo, 20 de jan de 1889. BNDigital.

O Riachuelo era um gigante de aço, uma máquina de guerra, deslocando 5,029 toneladas, comprimento de 93,33 metros, boca de 17,16 metros (56,3 ft) e calado de 5,60 metros (18,4 ft), movido a vela (três mastros) e oito caldeiras cilíndricas a carvão e duas máquinas combinadas de três cilindros a vapor (4,500 hp, 3,36 kW).

Tudo isso levou o coronel Virgílio a criar um tour pelas águas da baía norte de Florianópolis, demorando-se em Sambaqui para contemplar a maravilha recém adquirida pela Armada (Marinha do Brasil).

 

Aquidabã (Armada Imperial Brasileira), avariado em combate na Baía Norte de Florianópolis . Foto: Marinha do Brasil.

Aquidabã (Armada Imperial Brasileira), avariado em combate na Baía Norte de Florianópolis . Foto: Marinha do Brasil.

Aquidabã

“Construído na Inglaterra em 1885, o ‘Aquidabã’ era classificado como encouraçado de Esquadra, por ser o navio mais importante da Marinha na época em que foi comprado. Tecnicamente era considerado um dos mais avançados da época. Possuía as seguintes características: Comprimento: 85,40 metros; Boca: 15,84 metros; Deslocamento: 5029 toneladas; Calado: 5,48 metros; Velocidade máxima: 15 nós; Máquinas: 6200 HP (à vapor)”. SEGUE.

 

 

Share on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestEmail this to someone