Gabrielzinho pede mudanças no transporte coletivo

20 de abril de 2017 em Mobilidade

 

A ampliação do transporte coletivo comum e a inclusão de Cacupé no roteiro dos amarelinhos, foram solicitadas pelo vereador Gabriel Meurer (Gabrielzinho) à Prefeitura da Capital. “Estamos conversando com o consórcio Fenix para estudos de operacionalização das linhas do Norte da Ilha”, informou o setor de imprensa da PMF ao Daqui na Rede.

As alterações no sistema de transportes coletivos vêm sendo discutidas reservadamente, envolvendo o consórcio que opera o sistema em Florianópolis, lideranças e entidades locais do distrito de Santo Antônio de Lisboa, e o gabinete de um vereador.

Concretamente, até agora, temos o pedido do vereador Gabrielzinho, publicado abaixo na íntegra. “As sugestões foram encaminhadas por lideranças locais e usuários dos coletivos”, destaca o parlamentar.

Propostas de modificação da Linha Urbana/Executivo de Sambaqui

Justificativa: O objetivo dessa proposta é a otimização da utilização da estrutura de carros, pessoal e recursos já empregados hoje na atual linha de transporte urbano Sambaqui, que atende as comunidades de Santo Antônio, Sambaqui e Barra do Sambaqui, afim de ampliar os horários locais de ônibus, possibilitando a manutenção da atual linha ligando o bairro ao centro, e propondo uma nova oferta de horários que possibilitem os usuários a fazerem conexões com os demais locais da cidade através do TISAN.

Proposta: Ao estudar a operação da Linha, fazendo estudos logísticos de “tempos e movimentos”, verificamos que o tempo total demandado para percorrer o trajeto TICEN -> Bairro -> TICEN, demanda 2 horas. Nesse trajeto, o veículo urbano, vai uma vez até a Ponta de Sambaqui no trajeto Centro -> Bairro, e outra vez no trajeto Bairro -> Centro.

Sendo assim, verificamos uma redução de 10 minutos caso eliminássemos uma das idas a Ponta de Sambaqui, passando o trajeto TICEN-> Bairro -> TICEN a durar 1h50min.

Contando que a linha funciona de 5:16 da manhã até 00:41 da noite, no modelo atual, podemos observar que um mesmo veículo pode efetuar 9,72 vezes esse percurso, já com o modelo proposto esse mesmo veículo conseguiria fazer 10,68 vezes esse percurso. Com esse ganho de produtividade, existe a possibilidade de ofertar um número maior de horários aos usuários da linha.

A proposta então, tem o sentido de dividir a linha atual em três, ficando da seguinte forma:

 

1 – Linha Sambaqui Via Ponta

Ficaria com 50% dos horários ofertados pela atual linha, fazendo o seguinte percurso:

TICEN -> TISAN -> Barra -> Ponta (Ponto Final) -> TISAN -> TICEN

 

2 – Linha Sambaqui Via Barra

Ficaria com os outros 50% dos horários ofertados pela atual linha, fazendo o percurso:

TICEN -> TISAN -> Ponta -> Barra (Ponto Final) -> TISAN -> TICEN

 

3 – Linha Circular Sambaqui

Ficaria com os horários possibilitados com o ganho de produtividade das operações, fazendo o percurso:

TISAN -> Ponta -> Barra -> TISAN (Ou vice-versa)

Sendo assim, solicito o estudo de viabilidade técnica, para posterior apreciação da comunidade.

Outra modificação a ser estudada está na Linha Executivo Sambaqui, onde temos um número muito limitado de horários, pela subutilização da linha. Sugerimos estudar a possibilidade de incluir no trajeto o Caminho dos Açores e o Bairro Cacupé, possibilitando uma maior procura pelo número de moradores atendidos, e assim, consequentemente, a necessidade de implantação de mais horários ofertados.”

 

Share on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestEmail this to someone