Família doa órgãos de comerciante acidentado

13 de julho de 2017 em Personagem

 

Valdir Silva, cerca de 54 anos, passou a vida profissional em contato com o público. Tendo falecido em decorrência de um acidente, dez dos seus órgãos foram doados pela família, residente em Cacupé, inclusive os olhos. Isso significa que partes do senhor Valdir, que atendia gentilmente a freguesia do supermercado Comper (Trindade) e do Compre Fort (Santo Antônio de Lisboa), vão salvar vidas e ganhar continuidade.

O acidente aconteceu na semana passada. Ele descia de bicicleta a rua Padre Lourenço de Andrade, quando alguém abriu a porta do veículo, atingindo o ciclista, projetado a metros de distância. O senhor Valdir teve traumatismo craniano na hora e não voltou mais, apesar dos esforços dos médicos do Hospital Celso Ramos.

Alias, nesse ponto onde ocorreu o acidente, o acostamento serve de estacionamento e alguns motoristas, pouco atentos, têm provocado acidente no local. A Associação de Moradores de Santo Antônio de Lisboa (Amsal) e o presidente do clube Avante, Edenaldo Lisboa da Cunha, encaminharam expedientes ao poder público e alertaram as autoridades sobre o problema naquele ponto da via. Nada foi feito e os efeitos vão se tornando evidentes.

Valdir foi sepultado nesta quarta-feira de manhã no cemitério público de Santo Antônio. Antes, na capela mortuária onde foi velado, parentes, amigos e colegas de trabalho se despediram no silêncio rompido por soluços. O pastor Ismael Pereira, da Igreja Universal, disse algumas palavras de conforto e oração.

Share on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestEmail this to someone