Provações rondam o casal festeiro

31 de agosto de 2017 em FESTA DO DIVINO 2017

 

Zé e Dinha. Foto/Arquivo: Anita Martins.

Zé e Dinha. Foto/Arquivo: Anita Martins.

O casal festeiro José Padilha e Maria de Lourdes (Dinha) de Andrade Padilha, vão precisar de muita oração e fé para enfrentar a Festa do Divino que começa neste sábado (2.9) em Santo Antônio de Lisboa.

Problemas de saúde e morte nas famílias de ambos, funciona como teste e provação, desafios enfrentados nos últimos meses.

Dona Mimi. Foto: Edinon Manoel da Rosa (Dinho)/Facebook.

Dona Mimi. Foto: Edinon Manoel da Rosa (Dinho)/Facebook.

Nesta quinta-feira (31.8) faleceu a mãe de José, Clarice Padilha (Mimi), moradora de Jurerê, onde nasceu e constituiu família. O corpo da integrante do Apostolado da Oração foi velado e sepultado na capela mortuária da igreja de São Francisco de Paula, em Canasvieiras, num clima de comoção, com a presença de dezenas de pessoas.

O falecimento atingiu em cheio o ânimo do casal, ampliando o sofrimento no lado dos Andrade. Edite Mendes, irmã de Dinha, passou por cirurgia para retirada de um tumor no cérebro e se recupera. Cléia, a esposa de Fausto Andrade, outro irmão, se recupera de um câncer no seio. Cássio Andrade Filho, sobrinho, luta contra a mesma doença.

“A alegria de estar no centro da Festa do Divino, se foi, ficou apenas a obrigação”, opina Cláudio Andrade, outro irmão de Dinha.

Enquanto o corpo de dona Mimi era velado, chegou a notícia do falecimento de Manoel dos Passos Silva, irmão do fotógrafo Edson Luiz da Silva (Velho Bruxo), integrante da comissão de organização da Festa do Divino de 2017. O corpo de Manoel será sepultado às 10 horas desta sexta-feira (1.9) em Porto Belo.

A Festa do Divino de 2017 começa sábado com a 20ª Farinhada.

 

Share on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestEmail this to someone