Santo Antônio com dois artistas a menos

10 de setembro de 2017 em Memória

 

Eli em 2012 na sede do Baiacu de Alguém. Foto Celso Martins.

Eli em 2012 na sede do Baiacu de Alguém. Foto Celso Martins.

Santo Antônio de Lisboa perdeu dois artistas plásticos em menos de 24 horas: Saulo Falcão, iniciante na carreira com obra premiada na Bienal de Piracicaba-SP, e a consagrada Eli Heil, aos 88 anos. O primeiro foi sepultado às 16 horas deste domingo (10.9). A segunda está sendo velada em Santo Antônio.

 

Eli

Residente entre a SC-401 e a rua Caminho dos Açores, em Santo Antônio de Lisboa, Eli morreu de parada respiratória. O sepultamento acontece em Santo Antônio nesta segunda-feira (11.9). Seu falecimento foi destacado na missa de encerramento da Festa do Divino de 2017, neste domingo. Integrava a Irmandade do Divino Espírito Santo, em cujo cemitério, ao lado da igreja, será sepultada. Confira as coberturas do DC e ND.

 

Saulo

Com 41 anos, nascido em Santo Antônio, Saulo Falcão faleceu no começo da tarde de sábado (9.9), vítima de uma parada cardiorrespiratória, dentro de um estabelecimento de arte na rua Cônego Serpa. O socorro chegou rápido, mas não foi possível garantir a vida do artista. Ele foi sepultado no cemitério municipal de Santo Antônio.

 

 

 

 

Share on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestEmail this to someone