Duas crianças salvas em menos de 30 dias

24 de setembro de 2017 em Segurança

 

Em menos de 30 dias a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros salvaram as vida de uma menina (Santo Antônio de Lisboa) e um menino (Sambaqui, rua do Gugu). Os dois salvamentos foram acompanhados com apreensão nas redes sociais e mereceram aplausos pelos resultados positivos

 

Caso 1

Policiais da viatura 4595 do 21ºBPM foram surpreendidos na altura do número 1680 da rua Caminho dos Açores, com a chegada da enfermeira Jussani Isabel da Silva Joaquim, com uma menina de cinco anos de idade nos braços e gritando por socorro.

A criança estava desfalecida, sendo colocada no chão pelo soldado Alex, que verificou os sinais vitais, solicitando ao soldado Leandro que pedissse apoio aos órgãos de socorro (SAMU, Bombeiros, helicóptero Águia da PM). Alex verificou que a menina estava com a traqueia obstruída por secreções (pus), impedindo que respirasse, com a pele pálida, os olhos virados e os lábios roxos.

O primeiro passo foi desobstruir as vias aéreas, retirando a secreção do tubo respiratório com a ajuda de uma tampa de caneta BIC, limpando o pus com a camiseta da criança. Verificando a ausência de batimentos cardíacos, o soldado Alex iniciou a massagem cardíaca. Em pouco tempo ela voltou a respirar.

Nesse momento apareceu no local o médico Fernando Machado, confirmando que as manobras haviam reanimado a menina. Em seguida chegou uma ambulância do SAMU, tendo o médico Adriano Meira Oliveira assumido a ocorrência, parabenizando a guarnição. Se as medidas não houvessem sido tomadas, a criança não teria sobrevivido.

 

Socorro pelo ar. Foto: Celso Martins.

Socorro pelo ar. Foto: Celso Martins.

Caso 2

Um menino com três anos de idade, filho do médico e ex-vereador Ricardo Camargo Vieira, afogou-se na piscina de casa e teve parada cardiorrespiratória na manhã deste domingo (24.9). O SAMU foi acionado à residência localizada na parte alta da rua Fernando José de Andrade/rua do Gugu, em Sambaqui.

Como reforço foi chamado o helicóptero Arcanjo 1, que pousou no campo do Triunfo, para onde a vítima foi conduzida pelo SAMU com ajuda da PM. A criança foi reanimada e conduzida ao Hospital Infantil de Florianópolis, onde se recupera do susto junto com os familiares. (24.9.2017)

 

Atualização

O menino que se afogou domingo (24.9) em Sambaqui continua na UTI do Hospital Infantil de Florianópolis, informa o pai, Ricardo Camargo Vieira, ex-vereador e médico, residente na rua Fernando José de Andrade/rua do Gugu.

Ele foi a primeiro a atender a criança. Em seguida chegaram os profissionais do SAMU. Com isso foi superada a parada cardiorrespiratória, atendimento ampliado com a chagada no Infantil.

“O que nos preocupa agora é a parte neurológica”, salienta Ricardo, “ele tem que ficar sob observação”, devido a possibilidade de sequelas por ter ficado tanto tempo com a parada cardiorrespiratória”, salienta o pai. (Acréscimo às 12h de 25.9.2017)

Share on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestEmail this to someone